Com a alta nos preços dos combustíveis os brasileiros estão cada vez mais procurando alternativas para diminuir o consumo dos carros. Segue abaixo algumas medidas que podem ajudar a alcançar este objetivo.

consumo-combustivel

Pneus calibrados: pneus com calibragem incorreta influenciam diretamente no consumo do carro. A calibragem dos pneus deve ser realizada toda semana conforme o manual do carro, a calibragem incorreta pode influenciar em 10% o consumo do carro.

Velas: As velas são responsáveis por gerar energia na câmara de combustão para iniciar a queima da mistura ar/combustível. Se as mesmas estão ruins, a queima de combustível não acontece corretamente, o que reflete diretamente no aumento do consumo do carro.

Filtros de ar: Os filtros devem ser trocados conforme o manual do veículo, filtros sujos ou entupidos atrapalham a entrada de ar dentro da câmara de combustão, o que acarretará em uma queima de combustível irregular aumentando assim o gasto de combustível.

Gasolina aditivada: A gasolina aditivada possui em sua composição detergentes e dispersantes que combatem o acúmulo de sujeira nas partes internas do motor. O Detergente faz com que a sujeira se desprenda e o dispersante faz com que ela seja quebrada pra ser eliminada pelo sistema de combustão. Os sintomas de sujeira no interior do motor são dificuldade de partida a frio, oscilações na marcha-lenta e perda do desempenho, o que pode resultar em aumento de consumo.

Personalizações: Antes de alterar as características do veículo consulte um especialista, objetos que mudam as características originais tendem a provocar maior resistência contra o ar. Aerofólios, rodas e suportes fora do padrão do veículo influenciam na aerodinâmica e consequentemente no consumo de combustível.

Vidros abertos: Evite andar com os vidros abertos quando estiver na estrada com velocidade acima dos 80 km/h. Trafegando com as janelas abertas permite a entrada do ar aumentado assim a resistência aerodinâmica.

Ar condicionado: Em dias de temperaturas amenas desligue o ar condicionado, ele responsável por aumentar em média, 20% o consumo do veículo.

Excesso de velocidade: Um carro consome cerca de 20% a mais quando está a 100 km/h do que quando está a 80 km/h. Desta forma tente manter uma velocidade constante e que não force tanto o carro.

Aceleração: – Evite aceleradas bruscas e desnecessárias. Isso afetará muito a média de combustível. Quando você acelera o veículo a injeção entende que você necessita de mais força, desta forma ela irá injetar mais combustível dentro da câmara de combustão para a queima.

Troca de marcha: Um dos grandes vilões para aumentar o consumo de combustível é a troca de marcha. A troca de marcha incorreta irá acarretar em um consumo maior de combustível, desta forma deve-se verificar no manual do carro qual a rotação do motor adequada para cada troca de marcha. Alguns veículos não possuem o marcador de rotações do motor, neste caso devemos observar a velocidade correta. Um carro a 40 km/h não pode estar em quinta marcha, assim como você não deve chegar a 100 km/h de terceira. Nos dois casos há o gasto excessivo de combustível.

Ponto morto: Algumas pessoas possuem o costume de deixar o carro em ponto morto em descidas, em carros antigos com carburador isso possa até fazer algum sentido, apesar do risco, mas em carros com injeção eletrônica isto é desnecessário. A injeção eletrônica identifica que não é preciso aceleração e diminui a injeção de combustível no motor. Quando colocamos estamos em uma descida e colocamos o carro em ponto morto, a injeção de combustível será menor e o motor irá esfriar, ou seja, perderá energia. Quando voltar a acelerar o carro terá uma perda maior de energia até que o motor esquente novamente.
Não colocar o carro em ponto morto em uma descida também é uma questão de segurança, uma vez que estará usando o freio motor e não sobrecarregando os freios para manter a velocidade.

Alinhamento: O alinhamento também é um fator importante deste processo, o carro desalinhado esta com as rodas fora de geometria. Desta forma além de ter um desgaste maior do pneu o mesmo será “arrastado” aumento o consumo.