Se sua moto é utilizada para uma rotina diária ou um passeio no final de semana é preciso cuidar. Um processo importante desse processo é a lavagem. A limpeza da moto é muito importante e deve ser realizada com regularidade.

De preferência lave a moto em um local com sombra e arejado, pois o sol pode fazer com que a água ou o sabão deixe manchas na pintura e por ser mais agradável para você.

Estes são os materiais básicos que você precisa ter para lavar a sua moto.

– Um balde de água

– Diesel

– Sabão ou detergente líquido Neutro(produtos de limpeza automóvel também funcionam)

– Uma escova mais estreita, esta escova será utilizada para lavar o motor da moto. Pode ser utilizada uma escova de dente.

-Uma escova para limpeza das rodas e pneus;

– Duas esponjas, uma para o motor, rodas e a outra para a carenagem;

– Panos para secar.

Lavar a moto requer alguns cuidados e atenção, pois diferente do carro várias partes da moto estão expostas. Tampe a parte do final do escapamento com plástico para que não entrar água na parte interna do escapamento durante a lavagem. Não utilize maquinas de jato de água pressurizada, estas maquinas podem danificar os freios, cabos, etc.

Você deverá dividir o processo em duas partes, a parte superior composta pelo tanque, banco e painel e a parte inferior que é a corrente, discos, relação, motor, surdina e roda. Para cada uma, tenha panos e esponjas específicos. Nunca repita para uma parte ou outra, porque pode agarrar poeira ou areia na esponja e acabará arranhando a pintura.

Não utilize querosene ou solvente para a remoção de sujeiras mais difíceis, como muitos componentes móveis da moto são de borracha ao jogar estes produtos estas peças podem sofrer um ressecamento e irão rachar perdendo a capacidade de vedar a entrada de sujeira ou permitindo o vazamento de óleo. Neste caso utilize o diesel, ele não irá causar o ressecamento das partes de borracha e irá retirar a sujeira da mesma forma.

Sempre comece pela parte inferior, borrifando diesel (caso você não tenha um borrifador utilize um pincel) nas partes onde normalmente grudam mais sujeiras como debaixo do motor, nas áreas onde respingam óleo de corrente, por baixo dos pára-lamas (que ficam respingados de asfalto derretido), cárter, balança traseira, bengalas, roda traseira (sem atingir o disco ou cubo de freio), raios e bloco do motor. Logo depois jogue água com a mangueira, sob pressão, só para retirar o diesel.

Mergulhe a esponja na água com o detergente neutro para lavagem e ensaboe a moto toda até ficar coberta de espuma. Faça isso apenas no tanque, banco e painel, não utilize esta espuma para lavar o restante da moto. Feito isso enxague até sair todo o sabão.

Depois com a outra bucha esfregue o restante da moto sem que a mesma tenha contato com as partes lavadas anteriormente. Agora é só enxaguar toda a moto retirando qualquer resíduo de sabão que ficar.

Terminada a lavagem agora é enxugar, utilize um pano macio e limpo. Lembre-se que da mesma forma da espuma você deve utilizar dois panos um para o tanque, painel, banco e outro para as demais partes. Enxugue principalmente as partes cromadas para evitar a formação de ferrugem. Comece de cima para baixo e depois de tudo seco, volte a ligar o motor por uns dois minutos só pra secar tudo.

Sempre que terminar de lavar sua moto, faça uma manutenção preventiva lubrificando a corrente e o cabo da embreagem com óleo fino. Aproveite para verificar o desgaste de peças, checagem das lâmpadas, calibragem dos pneus e regulagens diversas.