Você alguma vez já deve ter ouvido falar em gasolina adulterada ou gasolina “batizada”, mas o que significa? Quais os problemas que a sua utilização pode acarretar?

A gasolina adulterada ou batizada é caracterizada pela adição irregular de qualquer matéria na sua composição. Em muitos casos a gasolina é adulterada a fim de obter lucro com a sua venda.

Hoje no Brasil, segundo o CNP (Conselho Nacional do Petróleo), a concentração de álcool na gasolina deve estar entre 18% e 24%.

A gasolina padrão tem uma densidade entre 0,72 g/cm³ e 0,75 g/cm³, a gasolina adulterada apresenta, em geral, uma densidade menor, devido à adição de compostos orgânicos menos densos.

O uso de gasolina adulterada pode ter algumas conseqüências como:

– Perda de desempenho;

– Maior Consumo de combustível.

– Entupimento da bomba de gasolina do tanque.

– Corrosão do sistema de injeção eletrônica.

– Acúmulo de resíduos na parte interna do motor.

– Instabilidade da marcha lenta.

– Falhas no funcionamento do motor.

– Travamento das válvulas.

A responsável pela fiscalização da rede de distribuidoras e postos de combustíveis é a ANP (Agência Nacional do Petróleo), porém a agência não possui fiscais suficientes para fiscalizar todos os postos.

Estas são algumas dicas que podem ser úteis para evitar que você abasteça seu carro com gasolina adulterada:

– Abastecer sempre no mesmo posto, caso o combustível esteja adulterado será mais fácil de identificar o posto;

– Desconfie de combustível com preço muito baixo, pois se o mercado esta com a gasolina em uma média de preço e determinado posto esta mais barato, de alguma forma ele esta obtendo lucro para praticar este preço;

– Verifique se o posto de sua preferência faz o controle da qualidade do combustível anunciado pela distribuidora;

– Abasteça até 1/4 de tanque, caso o combustível esteja adulterado irá perceber a falha no seu veículo e poderá diluir a gasolina adulterada com gasolina aditivada.

O consumidor poderá denunciar o posto revendedor de combustível à ANP na seção Fale conosco ou pela Central de Atendimento 0800 970 0267(ligação gratuita)

Maiores informações acesse o site da ANP.