O governo prorrogou por mais três meses a redução do IPI (Imposto sobre Produtos Industrializados). A medida foi anunciada nesta segunda-feira (30) pelo Ministro da Fazenda Guido Mantega.

Guido Mantega em contrapartida exigiu das fabricantes de automóveis instaladas no país a manutenção das vagas de trabalho, que respondem hoje por 23% no PIB (Produto Interno Bruto) do país. O novo plano também zera a taxa de Cofins (Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social) para motocicletas.

Desta forma a tabela do IPI valida até o final de junho é a seguinte:

Carros até 1000 cilindradas terão alíquota reduzida de 7% para 0%.

Carros acima de 1000 até 2000 cilindradas movidos a gasolina terão IPI reduzido de 13% para 6% e movidos a álcool ou flex, será reduzido de 11% para 5,5%.

Carros acima de 2000 cilindradas o IPI será mantido em 25% a gasolina e em 18% a álcool e flex.

– Picapes até 1000 cilindradas terão a redução do IPI de 8% para 1% e de 1000 até 2000 cilindradas a redução será de 8% para 4%.

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)